Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Brigada Militar ajudará a reduzir superlotação em delegacias e viaturas

Publicação:

O governo do Estado está direcionando servidores da Brigada Militar ao módulo 2 da Penitenciária de Canoas (Pecan 2) em cumprimento a uma decisão judicial para retirar presos provisórios de delegacias e viaturas.

Os servidores da Brigada Militar irão atuar na função, até que os 480 agentes penitenciários aprovados no último concurso da Susepe tenham concluído o curso preparatório para assumir suas atribuições.

Cabe ressaltar que a ocupação da Pecan 2 será realizada com número de policiais militares inferior aos que hoje fazem a custódia de presos em viaturas.

O momento é de unir esforços e retirar todos os presos que estiverem em delegacias e viaturas, além de evitar que juízes decidam soltar os detentos por falta de vagas. O entendimento do Executivo é de que a Segurança Pública é uma só, independentemente de corporativismos. Todos os servidores devem trabalhar pelo Estado, unidos, como uma força de coalizão.

A iniciativa, com duração de três meses, permitirá a abertura de mais de 400 vagas no sistema penitenciário gaúcho, além de liberar as viaturas para o policiamento ostensivo e garantir a segurança dos policiais, dos próprios detentos e da população que mora perto de delegacias atualmente utilizadas para custódia de presos, por causa da superlotação de carceragens.

Não me Trova